MAQUETE DO ESTALEIRO DO AÇU

MAQUETE DO ESTALEIRO DO AÇU
Foto Fernando

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Trabalho de drenagem como forma de evitar alagamento



A Secretaria de Meio Ambiente e Serviços públicos de São João da Barra vem realizando um trabalho permanente de drenagem em todo município, que tem como principal objetivo evitar o acúmulo de águas pluviais em pontos mais vulneráveis nesse período de chuvas. A iniciativa engloba, principalmente, a manutenção de canais que cortam a área urbana e a zona rural e troca de manilhas ou substituição das mesmas por aduelas.
— Existem hoje no município mais de 100 quilômetros de canais, que desobstruídos e com manutenção constante são de grande importância para fazer com que as águas das chuvas possam fluir, evitando dessa forma possíveis alagamentos. Por ter um solo arenoso, essa manutenção dos canais se faz ainda mais necessária — explicou o secretário municipal de meio Ambiente e Serviços Públicos de São João da Barra, Marcos Sá.
Já a troca de maninhas por aduelas, de acordo com o secretário, acontece em pontos importantes, como no canal da Cehab, que corta a BR-356, na praia de Atafona. “Nesse local está em andamento a substituição, que permite uma vazão superior. Em outros pontos, como em Açu, Atafona e Grussaí, estamos realizando o melhoramento das microdrenagens com manilhamento e construção de elevatórias em áreas urbanizadas baixas”. Explicou.
Como medida preventiva relacionada ao risco de cheia, o secretário destaca, ainda, o reforço no dique São João, como forma de conter a água do Rio Paraíba do Sul e drenagens de canais nas imediações. Entre os canais que cortam o município e que vêm passando por manutenção estão, segundo ele, os da Cehab, Chatuba, Barcelos, Degredo, Rua Nova, Abreu, São Bento e Quitinguta. Os dois últimos drenados por meio de um convênio entre prefeitura e governos, federal e estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário